Romanos. 1:14-17.

O dilema do homem é inegável: o pecado levantou uma barreira intransponível impedindo o acesso até Deus (Romanos 3:23; 6:23). Entretanto Deus oferece uma resposta para os apelos desesperados dos homens (Romanos 7:24; Atos 17:27).

O livro de Romanos claramente nos mostra a necessidade de aceitar e obedecer ao evangelho para nos livrar do pecado e restaurarmos a comunhão com Deus. O evangelho é realmente o poder de Deus para nossa salvação (Romanos 1:16). A revelação do plano eterno de Deus para regenerar o homem, atingiu seu ponto culminante no sacrifício de Jesus Cristo. Simplesmente não existe possibilidade de salvação sem Cristo (Atos 4:10-12). A morte de Cristo é essencial para a nossa redenção e acesso à vida eterna (Mateus 26:28).

A pregação da Palavra de Deus é importante porque mostra como podemos receber a vida eterna, através do sangue de Cristo Jesus. Nós, podemos compartilhar da promessa em Cristo somente através do evangelho (Efésios 3:6). Não existe nenhum outro meio para a salvação dos pecadores perdidos senão o Evangelho. A salvação vem pelo ouvir e quando ouvimos, cremos e obedecemos ao evangelho (Romanos 10:8-17).

O poder do evangelho nos oferece a solução para o maior e terrível dilema da humanidade, o qual “se manifestou agora… para obediência da fé” (Romanos 16:25-26). Paulo, que de perseguidor da igreja e dos cristãos tornou-se pregador e missionário pelo poder do evangelho, na sua vida mostrou firmeza, convicção e obediência. No início da carta aos Romanos ele nos dá uma das mais claras e estimulantes afirmações sobre a importância do evangelho em sua vida e ministério: Eu sou devedor (1:14). Ele deveria pregar o evangelho de Cristo para os outros, mesmo aos desprezados gentios, porque era a única chance deles para a salvação.  Estou pronto (1:15). O entendimento de Paulo sobre o valor do evangelho era motivo suficiente para levá-lo a Roma para pregar as boas novas aos perdidos. Não me envergonho (1:16). A mensagem simples do evangelho pode ter sido ironizada pelos arrogantes, mas Paulo não se envergonhou, reconhecendo o poder da Palavra (1 Coríntios 1:18-31).

Quero aproveitar e compartilhar com você leitor que sem dúvidas é interessado pelo trabalho missionário da JMN o quanto o poder do Evangelho tem alcançado milhares de vidas pelo nosso Brasil, através de nossos valentes obreiros nos mais diversos campos missionários de norte a sul de nossa nação. Se para lugares longínquos não forem enviados missionário com plena confiança no poder do Evangelho não teríamos tantos testemunhos de mudanças de vidas, por pecadores e perdidos alcançados por esse poder.  Segue registros de algumas visitas pelos Campos do Brasil.

Em Cristo Jesus,

 


Rev Mariano Alves Junior

Divulgador e Supervisor de Campos Área I da JMN